Passe o mouse sobre o dia em destaque e confira nossa agenda.

Social

Norcon estimula colaboradores e parceiros a participar do Projeto Mãos Amigas
A construtora é uma das empresas participantes da equipe Azul na Gincana Solidária promovida pela TV Sergipe e solicita doações para a AMO - Associação dos Amigos da Oncologia

Clique para ampliar Durante reunião na Norcon, equipe AZUL propaga a importância da participação no Projeto Mão Amigas

Ao mobilizar os colaboradores, fornecedores e parceiros, a construtora Norcon está demonstrando o poder da solidariedade e da responsabilidade social em prol dos 520 pacientes com câncer atendidos mensalmente pela AMO - Associação dos Amigos da Oncologia. Ao lado de empresas e pessoas representativas da sociedade sergipana, a construtora está engajada na equipe azul do Projeto Mãos Amigas, que em sua sétima edição, promove uma ‘Gincana Solidária’ até o dia 18 de dezembro, a fim de concluir a obra da sede da organização não-governamental.

O Projeto Mãos Amigas é uma realização da TV Sergipe (afiliada Rede Globo) e se propõe a estimular iniciativas solidárias e a mobilização coletiva em benefício de entidades assistenciais de Sergipe, as quais desenvolvem importante papel no Terceiro Setor. Em sete anos, 15 ONGs foram contempladas com importantes melhorias que servem de referência para mais uma maratona de atividades, desta vez executada por construtoras, lojas de materiais de construção, arquitetos, empresários e agências de publicidade.

“Estamos trabalhando numa integração, harmonia, empenho com resultados práticos e rápidos jamais vistos. A equipe Azul e todos os voluntários que se juntaram a nós estão dando excelentes exemplos à sociedade. Queremos chegar no dia 18 com todas as nossas metas cumpridas, colaborando com as demais equipes e ainda entregar à AMO uma boa quantidade em doação financeira. É uma meta ousada, mas pelo comprometimento de todos os envolvidos, sei que teremos sucesso e veremos os pacientes da AMO muito bem assistidos com acomodações à altura do que merecem. Convidamos a quem quiser participar para entrar em contato com a AMO ou na Norcon, através dos telefones: 2106.0900 e 2107.7588”, declarou Cristina Sampaio, líder da equipe Azul e gerente de Comunicação Corporativa da Norcon.
O acúmulo de pontos que contribuirá para o sucesso da gincana tem feito parte da rotina dos que imprimem a marca da Norcon em iniciativas empreendedoras e socialmente responsáveis.

Os engenheiros Eliezer Seixas e Emerson Gentil, o mestre-de-obras Pedro da Conceição, o engenheiro de Segurança do Trabalho, Roberto Barros, são alguns dos voluntários da Norcon que  já iniciaram os trabalhos, que também contarão com a eficiência dos arquitetos Mercês de Souza, Ítalo Leal e Fernando Antônio; o gestores do SESI, Acrízio Campos e Milene Rodrigues, Lucas Tavares, do Mundo da Construção e Milton e Mary Ávila da IDIDEIA – Agência de Publicidade, além da equipe do setor de Suprimentos da Norcon, liderada pela engenheira Aurora Caldas e pela coordenadora, Sara Mascarenhas. Todos estão envolvidos nas ações diárias.
 
Cristina Sampaio conta que dentro da Norcon também começou um trabalho de motivação entre os colaboradores no sentido de arrecadar materiais diversos, como cesta básica, leite em pó, fralda descartável para adultos, lençóis, toalhas, materiais de higiene e medicamentos de suporte. Os interessados em realizar doações podem se dirigir à sede da Norcon, localizada na rua Basílio Rocha, 216, bairro Getúlio Vargas, e procurar o setor de Comunicação.


AMO

Criada em 21 de novembro de 1996, a AMO é uma organização não-governamental que assiste pacientes com câncer, através da Casa de Apoio Ana Garcez. Há três anos foi iniciada a ‘Campanha ConstruAMOs’, com o objetivo de angariar fundos para a construção do complexo assistencial em oncologia.

A instituição atualmente assiste a 520 pessoas, sendo 9 crianças, 21 adolescentes, 317 adultos e 173 idosos. Além de suporte emocional, a AMO oferece cestas básicas, medicamentos, material de higiene, vale transporte, passagem, assistência médica, odontológica e psicológica, além de promover ações que buscam inserir pacientes e familiares no mercado de trabalho.

Aracaju, 04 de dezembro de 2009

Comentário(s)
Nenhum comentário no momento.
Enviar