Passe o mouse sobre o dia em destaque e confira nossa agenda.

Fundação Oviêdo Teixeira

Lançamento Editorial da autoria de Luiz Mott

Clique para ampliar

O Reitor da Universidade Federal de Sergipe, Professor Dr. Josué Modesto dos Passos Subrinho, o Presidente da Fundação Oviêdo Teixeira, João de Seixas Dória e o Presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, Ibarê Dantas, convidam a sociedade para participar da solenidade de lançamento do livro “Sergipe Colonial et Imperial – Religião, Família, Escravidão e Sociedade” da autoria de Luiz Mott. O evento será no dia 09 de outubro, às 18h, no Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, localizado na Rua Itabaianinha, nº 41, Centro, Aracaju/SE.

Sobre o autor:

Luiz Roberto de Barros Mott (São Paulo, 6 de maio de 1946) é antropólogo, historiador, sociólogo e pesquisador, e um dos mais notáveis ativistas brasileiros em favor dos direitos civis das pessoas de minoria sexual, ou seja, gays, lésbicas, bissexuais e pessoas transsexuais e transgêneras. Luiz Mott nasceu em São Paulo, de tradicional família interiorana. Estudou em Seminário Dominicano de Juiz de Fora. Formou-se em Ciências Sociais na USP. Fez mestrado na Sorbonne, em Etnologia e é doutor em Antropologia, pela Unicamp.

Desde o final dos anos 80 radicado em Salvador, cidade que lhe concedeu o título de Cidadão Honorário, leciona na UFBA. Assumiu suas preferências sexuais em 1977. Luiz Mott foi o fundador do Grupo Gay da Bahia, uma das principais instituições que laboram em prol dos direitos humanos dos gays no Brasil.


Luiz Mott é conhecido por todo o Brasil por suas vastas contribuições na área dos estudos da homossexualidade. A influência de Luiz Mott vai além pois, seu nome é conhecido por estudiosos e citado em obras estrangeiras.

Além de muitos trabalhos publicados esparsamente (e traduzidos a outros idiomas), alguns dos livros de Luiz Mott são:

Sexo Proibido;
O Lesbianismo no Brasil;
Gays, Virgens e Escravos nas garras da Inquisição;
Rosa Egípcia: Uma santa africana no Brasil;
Violação dos Direitos Humanos dos Homossexuais no Brasil;
Os Pecados da Família na Bahia de todos os Santos;
A Cena Gay em Salvador em tempos de Aids; Causa-Mortis: Homofobia;
Escravidão, Homossexualidade e Demonologia.

 

Aracaju/SE, 07 de outubro de 2008

Comentário(s)
Nenhum comentário no momento.
Enviar