Passe o mouse sobre o dia em destaque e confira nossa agenda.

Responsabilidade Ambiental

Reciclagem no canteiro de Obra
Sobras de PVC se transformam em objetos criativos através de colaborador do Grand Parc Jardins

Clique para ampliar

Reciclar. Esta é a palavra mais utilizada nos canteiros de obra da Norcon. Na obra Alta Vista, dois armadores utilizam a reciclagem de restos de madeiras, transformando em obras de artes como porta-retratos, porta-treco, caixinhas, dentre outros. 

 
No Grand Parc Jardins, Diogo Moreira de Santana, instalador hidráulico, mostrou que criatividade não tem fronteiras, e inovou ao inventar objetos a partir de sobras de tubos de PVC (Poli Cloreto de Vinila). Diogo confecciona caixa de ferramentas, pá de lixo, garrafa térmica, xícara para café, saboneteira, marmita, dentre outros.

Para começar a fazer as invenções, ele afirma que foi difícil, pois teve que testar uma por uma, até dar certo. “Eu tinha as idéias e ia tentando. O primeiro objeto que fiz com os tubos foi a pá de lixo. Todo mundo gostou e eu fui inventando mais, até que saiu a garrafa térmica, peça que eu mais gosto de fazer, pois dá mais trabalho, demoro até um dia para terminar”, explica.

O inventor diz que aprendeu sozinho. Ele acredita ter o dom para inventar, além de muita criatividade. “Tem que ter calma, paciência, tempo e criatividade para confeccionar as artes. É meu hobby. Sempre que estou em casa sem fazer nada, começo a criar. Vendo para os amigos e arrecado um dinheirinho extra no final do mês. A Norcon me apóia com o resto dos materiais e os colaboradores me incentivam a continuar cada vez mais com esse trabalho”, enfatiza Diogo, que já ensinou alguns colegas de trabalho a fazer a pá de lixo.


Ao dar uma volta na obra, não é difícil achar uma peça da arte feita por Diogo. A saboneteira, marmita e até porta-detergente são frutos da criatividade do instalador hidráulico. Conforme o técnico de segurança da obra, Glédson de Vasconcelos, “toda iniciativa a favor do meio ambiente é valida. Cada vez que aparecem colaboradores aproveitando materiais que não utilizaríamos mais, transformando-os em objetos do cotidiano ou até mesmo arte é muito gratificante. A empresa só tem a ganhar, pois estimula a criatividade e a reciclagem”.


Diogo sonha em realizar uma exposição com o fruto da sua arte com tubos de PVC. O desejo dele deve acontecer em breve, com uma exposição organizada pela Gerência de Comunicação, mostrando a arte de vários colaboradores.

Aracaju, 08 de outubro de 2008

Comentário(s)
Nenhum comentário no momento.
Enviar