Passe o mouse sobre o dia em destaque e confira nossa agenda.

Corporativo

Campanha de Proteção das Mãos é desenvolvida no Alamedas do Sol

Clique para ampliar Painel feito na obra Alamedas do Sol

Para alertar sobre os cuidados necessários para a segurança no trabalho, colaboradores desenvolveram na última segunda-feira, 09, uma campanha sobre a Proteção das Mãos na obra Alamedas do Sol.
 
No intuito de conscientizar a todos sobre os cuidados e prevenção que devem ter ao realizar suas tarefas nas obras, o técnico de segurança do Trabalho, Ramon Santos Rozendo, dá início a campanha que promoveu a interação de todos com palestra, quiz interativo  e distribuição de brindes.
 
Com elaboração de vídeos gravados em vários ambientes do Alamedas do Sol, nos quais foram retratadas situações que apresentam facilidade de ocorrer acidentes de trabalho envolvendo as mãos, os colaboradores participaram com o registro de depoimentos sobre os cuidados no transporte de cargas, operação de máquinas e equipamentos, utilização de ferramentas manuais, entre outros.
 
Na ocasião, todos da obra ao registrarem as ‘marcas de suas mãos’ com tinta guache, mostraram o quanto é importante o uso dessa parte do corpo humano em ações simples do dia-a-dia, pois cerca de 50%  de todos os acidentes do trabalho lesionam as mãos.

Para Manoel Messias Dórea, carpinteiro, além de participar é necessário interagir com estas ações. “Eu falei no vídeo Proteção das Mãos, realizado pelo Setor de Segurança para o bem de todos, pois o acidente poderá ocorrer com qualquer trabalhador”.
 
“Uma simples campanha pode incentivar a participação de todos. É com segurança que conseguimos amenizar os riscos que venham a acontecer”, conclui o carpinteiro Manoel Messias Dórea.
 
Para o também carpinteiro, José Marques, é importante ser incentivador da campanha, pois assim os colegas compreendem a importância desses cuidados. “Mostrei minha iniciativa de gravar, porque sou Cipeiro e prezo muito pela minha segurança e a dos meus colegas. As minhas mãos são tudo para mim, sem elas não conseguiria realizar muitas tarefas”.

 

 

Aracaju, 16 de abril de 2012

Comentário(s)
Nenhum comentário no momento.
Enviar
Leia Mais: