Passe o mouse sobre o dia em destaque e confira nossa agenda.

Corporativo

185 colaboradores da Norcon retomam os estudos em 2010

Clique para ampliar Alunos no 1° dia de aula

De volta às aulas, já são 205 colaboradores aproveitando os benefícios do Programa Crescendo e Aprendendo. Crescimento no número de inscritos mostra a importância da educação na Norcon. Programa existe há 13 anos em parceria com o SESI.

O olho brilha, a esperança se renova, e novos horizontes se abrem para quem volta a estudar com toda força e coragem. O trabalhador da construção civil é assim, em uma breve descrição, um lutador. Acorda cedo, foca seus resultados na produção e andamento da obra, tem criatividade de sobra para driblar os problemas do cotidiano, e geralmente tem histórias de superação para contar.

Não é de se admirar que depois de 36 anos sem pegar em um livro, alguém resolva dar-se a oportunidade de aprender novamente? Aconteceu isto com o Sr. Erílio Francisco dos Santos, de 57 anos. Ele exerce a função de coordenador de Pedreiros no residencial Mar de Aruana, da FelizCidade, e enxergou no programa Crescendo e Aprendendo, da Norcon, uma chance única de mudar sua história.

O programa interno da construtora visa à formação dos colaboradores no ensino fundamental e médio em parceria com o projeto de Educação do Trabalhador do Serviço Social da indústria – SESI. “Esqueci muitas das coisas que estudei, e percebi que tenho dificuldades na escrita. Lá na obra tive que listar o nome de todos os pedreiros e senti que estava com muitas falhas no português,” declarou Sr. Erílio, que acabou de se matricular entre os 185 novos alunos do programa para 2010. O coordenador de Pedreiros disse que tomou conhecimento do programa quando a equipe de Desenvolvimento de Gente esteve no canteiro para divulgar os prazos para as inscrições e os benefícios de voltar à sala de aula.

“Fiz até a sexta série, mas depois de uns anos consegui fazer um supletivo para conseguir o 1° grau. Quero ter o 2° grau dentro destes 18 meses e continuar progredindo, pois com a mente aberta, ganho novos conhecimentos”, diz empolgado Sr. Erílio.

Dos 700 alunos matriculados no SESI neste ano, 205 são da Norcon. A construtora deu o pontapé inicial em 1997, ano em que pouquíssimas empresas conheciam a relevância de se investir em responsabilidade social corporativa. Ao impulsionar o crescimento do programa, e investir continuamente nos estudos dos colaboradores através do subsídio ao transporte até ao SESI, fornecimento do jantar diário e material escolar, além do apoio aos eventos como Natal, dia das Mães, São João e outros, hoje já se pode colher frutos desta iniciativa pioneira: muitos se formaram e cresceram profissionalmente na empresa.

“Mais do que isso”, cita Andrea Ruth, gerente de Administração e Desenvolvimento de Gente. “Acredito que a Norcon investe também no crescimento pessoal ao dar acesso à educação em sua forma mais expressiva e plena. É um grande orgulho para mim, enquanto gestora da área de recursos humanos, continuar a investir no Crescendo e Aprendendo, que dá oportunidade aos colaboradores de exercerem a sua cidadania. Sem discriminação de idades ou funções, todos têm a chance de aprender a ler, a escrever, de enxergar mais possibilidades para um futuro melhor,” acrescenta a gerente.

A professora de Português e também técnica de Segurança do Trabalho, Anne Michelle, diz que tem uma turma só com alunos da Norcon. “Eles são muito animados, um exemplo de como ter energia e força de vontade depois de um dia inteiro de trabalho na obra,” diz a professora. Michelle conta que o interesse deles em aprender é imenso e isso a motiva a nunca faltar, a não ser por um motivo muito emergencial.

“Eu me sinto realizada profissionalmente por ter pessoas aprendendo comigo depois de tantos anos sem estudar. É um desafio que encaro com muito otimismo, pois até agora só tenho bons retornos e bons exemplos de superação”, fala emocionada a professora.

Cedo ou tarde, velho ou novo, a lição é que não tem hora nem idade para recomeçar, para aprender. O ajudante de Pedreiro do Park Ville Condominium, Edson dos Santos Almeida, de 30 anos, sabe disso e diz que depois de 3 anos sem motivação para estudar, reencontrou seu objetivo há um ano no programa educacional. “Quando cheguei aqui estava na 5ª série. Só tenho que agradecer à Norcon e aos professores que ensinam muito bem. Não falto um dia! Com fé em Deus, em 2012 estarei me formando,” conta esperançoso o jovem, que pegou sua bolsa nova com material escolar fornecido pela Norcon e foi para o seu primeiro dia de aula do ano, na última terça-feira, 23.

Aracaju, 29 de janeiro de 2010

Comentário(s)
Nenhum comentário no momento.
Enviar
Leia Mais: